Vendas das Associadas

Nove entre as empresas associadas à Plural atuam na produção e distribuição de lubrificantes, sendo duas delas de grande presença nacional e sete representantes de marcas de alcance mundial.

Em 2017, a comercialização de lubrificantes pelas filiadas totalizou o volume de 1.077,8 mil m³, correspondentes a um crescimento de 0,1% em relação a 2016, iniciando um início de recuperação após três anos consecutivos de significativas contrações nas vendas.

Observa-se que a tendência de recuperação do setor de lubrificantes continua a acompanhar harmonicamente a evolução do PIB, considerando que o referido indicador econômico também evoluiu positivamente (crescimento de 1%) em relação ao ano de 2016.

Lubrificantes industriais e graxas

A análise segmentada do desempenho das empresas de lubrificantes associadas à Plural revela que as linhas de lubrificantes industriais e graxas, que representam, em conjunto, 27,1% do total de lubrificantes comercializados, registraram, em 2017, crescimentos de 4,6% e 2,1%, respectivamente.

Na análise do resultado total, os óleos automotivos continuam mantendo a sua participação majoritária nas vendas efetuadas pelas associadas, representando 72,9% em comparação com 23,8% dos óleos industriais.

PARTICIPAÇÃO POR SEGMENTO - 2017 (%)

Vendas das associadas: 1.078 mil m3
Fonte: FGV

Filtrar por:

VENDAS POR SEGMENTO - 2017 X 2016

Fonte: FGV

Filtrar por:

Regiões Sul e Centro-Oeste

As regiões Sul e Centro-Oeste, que concentram aproximadamente 30% do consumo nacional de lubrificantes, foram as regiões com os melhores resultados nas vendas em 2017, e assim experimentaram um aumento na sua participação relativa na demanda nacional de lubrificantes.

A análise da demanda de lubrificantes por área geográfica mostra, em 2017, resultados mais positivos que em 2016, quando foram observadas quedas acentuadas em todas as regiões em relação ao ano anterior. Dessa forma, as regiões Sul e Centro-Oeste apresentaram crescimento de 2,3% e 2%, respectivamente, em razão do expressivo crescimento da atividade agropecuária, cujo PIB cresceu 13% no referido período.

As demais regiões, embora ainda registrando recuo nas vendas de lubrificantes, apresentaram quedas inferiores quando comparadas aos resultados de 2016, atribuindo-se tais resultados ao início de recuperação da atividade econômica, que redundou no crescimento de 1% do PIB.

PARTICIPAÇÃO POR REGIÃO - 2017 (%)

Vendas das associadas: 1.078 mil m3
Fonte: FGV

VENDAS POR REGIÃO 2017 X 2016

Fonte: FGV