Importação

Os destaques nas importações, em 2017, foram a consolidação dos portos de Paranaguá e Santos como principais portos de entrada de diesel, e de Suape e São Luís para a importação de gasolina. Tivemos uma elevação de 30% no número de licenças de importação anuídas pela ANP entre 2016 e 2017 e uma ampliação de oportunidades em preços para importação de derivados e etanol.

Mesmo com o mercado relativamente estável em 2017, as importações atingiram níveis recordes, com um crescimento de 65% em relação a 2016, visto que durante grande parte do ano a janela de importações da gasolina e do diesel foram altamente favoráveis. Desde agosto, a atratividade começou a ser gradativamente reduzida, especialmente no óleo diesel, devido à nova política da Petrobras de alinhar seus preços ao mercado internacional.

Aumento no % importado de Gasolina

Mantendo a trajetória de alta registrada no ano anterior, a participação do produto importado no total comercializado de gasolina A teve um aumento de 4,6 pontos percentuais em relação a 2016, passando de 9,3% para 13,9%. As importações da gasolina A atingiram, em 2017, 4,5 bilhões de litros, com um aumento de 53,4% em relação a 2016. Suape e São Luiz foram os principais portos de entrada da gasolina A, correspondendo a 56% do total importado. Os portos de Santos, Manaus, Salvador e Rio Grande tiveram aumentos significativos nas importações em 2017.

GASOLINA A - % importado no total comercializado

Fonte: ANP

VOLUME DE GASOLINA IMPORTADA POR PORTO

(em milhões de litros)
Fonte: ANP

IMPORTAÇÃO GASOLINA A - PETROBRAS X OUTRAS (%)

Fonte: ANP

2016

3,0 bilhões de litros

2017

4,5 bilhões de litros

13,3 bilhões de litros de diesel importados

O óleo diesel manteve a tendência da importação de gasolina A. A participação do produto importado no total comercializado de diesel teve aumento de 10% em relação a 2016, passando de 15,7% para 25,7%. As importações de diesel atingiram, em 2017, a marca de 13,3 bilhões de litros, o que significa um crescimento de 63,2% em relação ao ano anterior. Os portos de Paranaguá e Santos foram os principais portos de entrada do diesel, correspondendo a 53% do total importado. Os portos de Suape, São Luiz e Manaus tiveram aumentos significativos nas importações em 2017.

DIESEL A - % importado no total comercializado

Fonte: ANP

VOLUME DE ÓLEO DIESEL IMPORTADO POR PORTO

(em milhões de litros)
Fonte: ANP

IMPORTAÇÃO ÓLEO DIESEL - PETROBRAS X OUTRAS (%)

Fonte: ANP

2016

8,1 bilhões de litros

2017

13,3 bilhões de litros

Aumento no volume de etanol importado

As importações de etanol também tiveram um forte aumento em 2017 chegando a 1,8 bilhão de litros, o que representou um aumento de 121% sobre o ano anterior. A participação do produto importado no total comercializado avançou quase 4% em relação a 2016, passando de 3,2% para 7,1%. São Luiz foi o principal porto de entrada do etanol, correspondendo a 79% do total importado.

ETANOL - % importado no total comercializado

Fonte: ANP/Mapa

VOLUME DE ETANOL IMPORTADO POR PORTO

Fonte: ANP