Mercado Total

Se em termos de tecnologia voltada ao mercado os avanços se sucedem, a legislação ambiental brasileira também faz a sua parte apresentando um maior rigor no que diz respeito às emissões de gases como o CO2, que agridem o meio ambiente. Da mesma forma, há uma tendência de menor geração de resíduos pós-consumo (óleo usado e embalagens plásticas) à medida que o avanço tecnológico proporciona trocas de óleo mais espaçadas (long drain), bem como uma gradual substituição da comercialização de produtos embalados pela modalidade granel, oferecida por um número cada vez maior de estabelecimentos especializados em trocas de óleo automotivo e cuja aceitação pelos consumidores tem crescido. Neste sentido, pode-se afirmar que produtos de melhor qualidade e maior eficiência são menos danosos ao ambiente.

O segmento de lubrificantes conta com quase 10 mil produtos registrados e comercializados no Brasil, sendo possível destacar a presença no dia a dia dos que são utilizados em carros, motos, máquinas agrícolas e transporte de pessoas, além dos lubrificantes empregados na indústria, bem como em navios e aviões.

Em 2017, após ter experimentado uma fase de queda de três anos consecutivos, o mercado de lubrificantes acabados voltou a crescer, tendo as vendas alcançado um patamar de 1,262 bilhão de litros, segundo a ANP(*).

Por trás do início de recuperação do mercado de lubrificantes esteve, embora discreta, a retomada da atividade econômica ao longo de 2017, com o consequente aumento do número de licenciamentos de automóveis e veículos comerciais (leves e pesados). Esse crescimento foi, respectivamente, de 9,9% e 6,5% em relação às licenças emitidas em 2016, de acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), refletindo uma inversão da tendência de evolução da frota nacional nos últimos três anos. Outro fator a influenciar a expansão da demanda por lubrificantes foi o sensível avanço do setor industrial, de 2,5% em 2017, segundo o IBGE.

(*) Ajuste pela PLURAL da duplicidade no volume declarado à ANP pela Ipiranga.

MERCADO DE LUBRIFICANTES ACABADOS 2017 (%)

(1,262 bilhão de litros)
Fonte: FGV/ANP

Filtrar por:

Filtrar por: